Porcelana Capo-di-monte – Mitos e fatos

A porcelana Capo-di-Monte foi criada no inicio do século XVIII. No reino de Napoles. Por Charles de Bourbon, filho de Felipe V da Espanha e de Elizabeth Farnese, italiana. Charles foi coroado Rei da Sicilia em agosto de 1734, na cidade de Palermo. Vindo a tornar-se Charles VII. Casou-se com a sobrinha de Augustus II, eleitor da Saxonia e Rei da Polonia. Fundador da primeira fabrica de pasta dura da europa, a famosa Meissen. Com este pedigree o Rei de Napoles passou a desenvolver o gosto pela porcelana e a produzi-la no seu reino. Utilizando-se dos métodos do grande alquimista e criador da Meissen, Bottiger, chamou dois alquimistas italianos para supervisionarem os trabalhos no seu palacio: Livio Ottavio Schepers e Giovanni Caselli. Eis o inicio desta incrivel porcelana. Tão difundida e tão pouco produzida. A “verdadeira” porcelana de Capo-di-Monte, aquela que leva a flor de liz e que esta caracterizada pelo período de 1743 até 1759 é rara e improvavel de ser encontrada em feiras e antiquarios. O que se vê, em sua maioria, são cópias antigas e que nada tem de Capo-di-Monte. Por isso, muito cuidado com as ofertas de Capo-di-Monte. O que comumente vemos é a marca “N” sob a coroa. Esta quer dizer “Naples” e não possui o glamour e qualidade da primeira marca da Capo-di-Monte. O “N” sob a coroa não significa qualidade e peça exclusiva como muitos apregoam. Na verdade querem dizer “Estilo Capo-di-Monte”. São peças produzidas no estilo da Capo-di-Monte antiga. Imitando, muitas vezes, as figuras daquele periodo. A diferença também esta na qualidade das cores e do ouro. No inicio da Capo-di-Monte se produziam vasos, jogos de chá e café, bowls, potes de chá e jarros. Tudo isso com uma esmerado trabalho artistico e materiais de primeira. Ao contrario das figuras grotescas e sem vida que vemos por ai dando sopa em vitrines e mesas. Sempre a espera do incauto que as levara para casa depois de assinar o cheque. As marcas acima servem de referência para pesquisa e podem dizer muito da peça. Mas é preciso ter em mente duas coisas:

1º – Capo-di-Monte é extremamente RARO – Inclusive em leilões da Christie’s e Sotheby’s

2º – NAPLES (coroa sobre a letra N) Significa estilo Capo-di-Monte e não uma peça CAPO-DI-MONTE

3º – Procure pesquisar detalhes da peça – exemplo: feições e acabamento das figuras.

4º – Algumas marcas francesas, alemãs e italianas costumam usar a letra “N” sob a coroa.

5º – A marca Buen retiro da Espanha utiliza a mesma marca nas peças produzidas hoje.

Espero ajudar aos apreciadores e colecionadores! E que nunca deixem de pesquisar, ler e apreciar a beleza das antiguidades. A observação é que nos ensina e nos torna apto a colecionar. Uma das maiores coleções de peças Capo-di-Monte encontra-se em Roma. No museu Capitolini. Vale a pena visitar!

10 comentários sobre “Porcelana Capo-di-monte – Mitos e fatos

  1. Boa tarde,
    tenho duas peças de porcelana italiana de oficiais de Polícia com uma marca muito semelhante com a Capo-di-monti, no entanto não tenho a certeza.
    Será possível analisá-la enviando foto para um email que me indique?
    Cumprimentos

    1. Olá, fui colecionadora de porcelanas! e alguns simbolos que parecem ser capo di monti na realidade podem ser maison ou dresden porclanas alemams , bem mais antigas! senão conhecer a procedencia ou ja estar na família podem confundir!!!!

  2. Olá. Sou uma coleccionadora compulsiva do “antigo” e o que vejo e me transmite algo e que posso adquirir faço-o. Tenho já algum tempo umas figuras lindíssimas (4- estações do ano) de Capo di monte) são de uma beleza, perfeição ininmagináveis e hoje lembrei-me de pesquisar um pouco sobre elas e fui dar a este site e fiquei surpresa com tanta marca. Gostaria de saber se mandasse via e-mail uma foto duma figura e respectiva marca se me poderia dar umas dicas.
    Já agora acrescento de que as figuras estão assinadas por A.Callé ou A.Collè, e a marca é em azul com um N muito estilizado emcimado com uma coroa parecida com a que vem (na v/foto com o nº.B385 ), por cima da coroa vem capodimonte e por debaixo do N vem made in …
    Se me puderem ajudar. Agradeço.
    Com os meus cumprimentos,
    Cristina Castanheira

  3. Bom dia, possuo umas peças que Julgo serem Capo di Monti (pelo menos o meu pai adquiriu-as como tal). Gostaria de saber se há a possibilidade de, através de fotos, as analisarem e informarem-me se realmente são capo di monti.
    Gostaria que também me informassem, caso o saibam de quanto valerá uma peça dastas caso tenha a necessiade de avender.

    Obrigado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s