Glauco 1957 – 2010

O Cartunista, Glauco Vilas Boas, 53, e seu filho Raoni, 25 foram estupidamente assassinados. Glauco publicava suas charges na Folha de São Paulo desde 1983 e ficou conhecido através das tiras do amalucado “Geraldão”. Junto com Laerte e Angeli revolucionou a charge. Na década de 80 criou o personagem “Geraldão”. Glauco não acreditava no jornalismo sem humor. Desenhista das antigas abominava o computador. Para quem se lembra das edições da revista “chiclete com banana” fica a saudade do trio Angeli, Laerte e Glauco. Ganhou o Salão de humor de Piracicaba em 1977. Entre os jurados encontravam-se Henfil, Jaguar e Millôr Fernandes. Infelizmente ficamos mais pobres e carentes do humor inteligente. A estupidez deixou sua marca, mais uma vez, na madrugada do dia 13, ao levar desta terra o pai do Geraldão. Pobre País!

(…)”Ele sempre foi a alegria da festa. Tinha uma agilidade mental muito grande, era crítico, debochado – num bom sentido. Ele era perfeito nisso. É uma perda brutal para todos nós, e fico com raiva e vergonha dessa violência. Demorará para passar. Há muito tempo não sentia uma dor tão grande.” Ziraldo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s