Schopenhauer – dicas para escrever

 O velho filósofo  Arthur Schopenhauer (1788-1860) é erroneamente confundido com um rabugento e pessimista de carteirinha. ledo engano. Este filósofo alemão deixou um legado impressionante. Impressionou Freud e Nietzche com seus escritos e introduziu o budismo à metafisica alemã. Mas esta figura do século XIX deixou uma grande quantidade de textos sobre a escrita e a leitura. Tomamos a liberdade de escolher algumas reflexões para ajudar, nossos leitores, na arte da escrita. Vamos lá:

” É possível comparar o especialista com um homem que mora em sua casa própria, mas nunca sai dela.”

“A mais rica biblioteca, quando desorganizada, não é tão proveitosa quanto uma modesta, mas bem ordenada.”

“O estilo é a fisionomia do espírito. E ela é menos enganosa do que a do corpo. Imitar o estilo alheio significa usar uma máscara.”

“A ingenuidade se mantém como a indumentária de honra do gênio, assim como a nudez é a da beleza.”

“O estilo não deve ser subjetivo, mas objetivo; e para tanto é necessário dispor as palavras de maneira que elas forcem o leitor, de imediato, a pensar exatamente o mesmo que o autor pensou.”

“A pena esta para o pensamento como a bengala está para o andar.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s