Descubra a Palestina no “This week in Palestine”

 

Leio no “This week in Palestine” que os palestinos ainda aguardam o verão na Faixa de Gaza. Esta licença poética me faz pensar na liberdade e no quanto ela é importante para a manutenção da Paz. Não quero fazer deste texto um discurso ideológico. O que encontrei na Terra Santa foi mais do que isto. Encontrei pessoas, historias e paisagens de tirar o fôlego. Uma terra fascinante e confusa pelas besteiras que a historia se encarregou de perpetuar desde o fim da colonização inglesa. Esqueça a raça, o credo e a língua. Fique com a beleza das cores, dos sabores e dos idiomas que fluem nas ruelas de Jerusalém. Com o sorriso amistoso de cada palestino que encontrei. Dos lugares sagrados. Seja Ortodoxo, Muçulmano, Cristão, Judeu, ali naquelas terras há Deus. Sua voz ecoa nos desertos e nas águas do Mar da Galiléia. Encontrei uma Palestina muito mais rica do que a apresentada nos noticiarios. Também encontrei judeus dispostos a viver em paz e muçulmanos preocupados com a riqueza cultural de sua historia. Encontrei palestinos com um imenso orgulho da sua terra e da sua cultura. Enfim, encontrei a sabedoria dos que sabem que a vida é muito melhor sem preconceitos ou pré-concepções. Esqueça a Palestina de ódio e foguetes. A Palestina de pobrezas e muros. Vamos descobrir a Palestina que resiste com arte. Por isso, neste post, indico a todos a revista “This Week in Palestine”. Uma grata surpresa na viagem que fiz à Terra Santa. Descubra o melhor e a beleza de um povo que sabe sorrir e tem uma das mais belas cidades do mediterrâneo, Gaza.

Que Deus abençoe esta Terra e que possamos descobrir e apoiar a Palestina que faz cinema, teatro e literatura

Visite: www.thisweekinpalestine.com

Visite: www.palestine-art.com

Read in english:

I read in “This week in Palestine” that the Palestinians are still waiting for the summer in the Gaza Strip. This poetic license makes me think about freedom and how important it was for the maintenance of peace I do not want an ideological discourse of this text. What I found in the Holy Land was more than that. I met people, stories and breathtaking landscapes. A fascinating land and confused by the nonsense that the story was in charge of perpetuating since the end of British colonization. Forget race, creed and language. Stay with the beauty of colors, flavors and languages ​​that flow in the streets of Jerusalem. With friendly smile for every Palestinian I met. Of the holy places. Be Orthodox, Muslim, Christian, Jew, there is no God in that land. His voice echoes in the deserts and the waters of the Sea of ​​Galilee. I met a Palestinian much richer than that presented in the news. I also found Jews willing to live in peace and Muslims concerned about the cultural richness of its history. Found a great pride to Palestinians from their land and their culture. Anyway, I found the wisdom of those who know that life is much better without prejudice or preconceptions. Forget hate and Palestinian rockets. The Palestinian poverty and walls. Let’s find out what resist Palestine with art. Therefore, in this post, I submit to all the magazine’s “This Week in Palestine”. A pleasant surprise on the trip I made to the Holy Land. Discover the best and the beauty of a people who know how to smile and has one of the most beautiful cities in the Mediterranean Gaza.
May God bless this earth and we can discover and support the Palestine that is cinema, theater and literature.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s